Para lidar com um mundo de mudanças se faz necessário coragem. Coragem para ter a capacidade  de mudar, antecipar, inovar, criar e estudar. 

Mas a ação deve ser pautada pela clareza sobre o que se quer alcançar e de uma estratégia para se chegar lá. Mas a coisa mais perigosa que existe é um incompetente com iniciativa. 

Dizem que a vaca não dá leite, tem que ir lá tirar.

Napoleão Bonaparte classificava seus soldados em quatro tipos:

1- Os inteligentes com iniciativa;

2- Os inteligentes sem iniciativa;

3- Os ignorantes sem iniciativa;

4- Os ignorantes com iniciativa.

Essa grande sabedoria de Napoleão serve também para a nosso Município. Será também que não temos no nosso “exército Napolêonico”, que é o nosso Município, esses tipos de soldados?

Mas assim como Napoleão, devemos nos livrar, o mais rápido possível, dos ignorantes com iniciativa. Um ignorante com iniciativa é capaz de fazer besteiras enormes, se corrompe facilmente. 

Nao é o poder que corrompe, mas o medo. Medo de perder o poder corrompe aqueles que o possuem.

Não podemos achar que, como em um Conto de Fadas, tudo terá um final feliz para o nosso Município. Vou repetir a frase do Barão de Itararé: ” De onde menos se espera é de lá que não vem nada mesmo”.

Precisamos estar atentos é termos a convicção de que Incopetência e Desonestidade não caem bem em qualquer governante. Quando pelo menos uma, das duas caracteristicas chega ao  poder, pode-se esperar o pior. O prejuizo a sociedade é enorme. O desonesto deve ser banido da política assim como o incopetente, a hora certa de consertar o telhado é quando faz sol.