O monóxido de carbono do cigarro fumado diminui a entrega de oxigênio aos tecidos. A nicotina aumenta a frequência cardíaca e pode causar vasoconstrição periférica. Entre 12 e 24 horas de interrupção do cigarro, CO e nicotina retornam aos níveis normais. A função dos cílios broncotraqueias melhora entre 2 a 3 dias de cessado o fumo, e o volume de escarro diminui aos níveis normais em mais ou menos 2 semanas. Diminuiu também o risco de trombose arterial.
Entretanto, os estudos não demonstraram uma diminuição significativa na morbidade respiratória pós operatória até 8 semanas de abstinência.